Como aliviar a ansiedade?

Tá aí um mal que eu sofro… sofro de espera, sofro de vontades, sofro de pensamentos, sofro de desejos, sofro de muito querer, sofro de ansiedade!

Há quem roa as unhas, perca o sono, coma sem parar e ainda quem não consiga colocar nada no estômago. A ansiedade se manifesta de maneiras e intensidades diferentes nas pessoas, mas o certo é que pode prejudicar a rotina e a saúde de quem lida com o problema.

Para os médicos, a ansiedade não representa uma doença quando amena, pois é uma reação normal do organismo diante de uma ou várias situações de estresse. Porém, quando a agitação se prolonga por semanas e começa a atrapalhar o dia a dia, pode evoluir para um distúrbio e deve ser tratada. A ansiedade pode levar ao desenvolvimento de gastrite, alergias, bruxismo, dores de cabeça, insônia, depressão, ataques de pânico, doenças do coração e outros problemas de saúde. Além do que não é nada agradável ficar preocupado, tenso, com sensação de peso nas costas e em estado de alerta constante.

A ansiedade pode ser desencadeada por inúmeras condições emocionais, problemas de saúde, abuso de substâncias ilícitas e até por efeitos colaterais de medicamentos. Para identificar a causa e iniciar o tratamento, consulte um médico. Veja também algumas dicas que podem ajudar a superar esse sentimento desagradável:

  1. Não tenha medo de mudar
Quando você sente que a sua vida está fora do controle, lembre-se sempre que você pode recuperá-lo fazendo uma mudança na rotina. Procure identificar qual é a causa da sua ansiedade e quebre o ciclo, seja mudando a sua rotina de sono, trocando de curso, de trabalho, de dieta, de grupo de amigos e por aí vai. Quer um exemplo? Levantar mais cedo pode ajudar você a produzir mais durante a manhã e evitar a angústia de que não terá tempo para terminar todos os afazeres do dia.
     
  2. Ocupe a cabeça
Deixe a preguiça de lado e procure atividades que o distraiam. Encher a sua rotina com projetos produtivos irá ajudar a diminuir o tempo disponível para as preocupações que alimentam a sua ansiedade. Ao mesmo tempo, esses trabalhos podem aumentar a sua autoestima e a certeza de que você está no controle da sua vida.
     
  3. Exercite-se
A prática de atividades físicas ajuda a lidar com estados de ansiedade porque eleva a produção de endorfina, substância que proporciona bem-estar. Organize a sua rotina de maneira que você se mantenha ativo em pelo menos três dias da semana. Fazer movimentos repetitivos como em uma caminhada, por exemplo, permite que você reflita sobre os pontos em que precisa trabalhar para amenizar a ansiedade enquanto movimenta o corpo.
     
 
4. Desenvolva técnicas de produtividade

Ter planejada a sua programação diária pode evitar crises de ansiedade. Cultive o hábito de organizar todas as suas futuras tarefas. Deixar um bloco de anotações ao lado da cama é uma maneira de evitar que as sua preocupações sobre o dia seguinte prejudiquem a sua noite de sono.
     
 
5. Converse com alguém

Não tenha receio de conversar sobre o que você está sentindo. Lidar com o problema sozinho só vai levar você a isolar-se do mundo. Admitir que a ansiedade atrapalha a sua rotina pode estimular a procura por soluções. Converse também com seu médico sobre a possibilidade de trabalhar a ansiedade através de terapia com um especialista.

Fonte: Mayo Clinic, Minha Vida, WebMD

Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico-científico do Portal Unimed.

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s